Segundo estatísticas, cerca de 1% da população possui um grau de psicopatia. Pode ser bem difícil detectar quem são, mas eles estão por aí e pode ser qualquer pessoa do nosso círculo de amigos, de colegas de trabalho ou algum dos integrantes da sua família. Mas, o que caracteriza um psicopata?

 

Normalmente, os psicopatas não apresentam problemas psicológicos graves, onde aliás, se mostram surpreendentemente “normais”, podendo inclusive serem pessoas especialmente encantadoras e charmosas. A falta de empatia do psicopata, a mentira patológica, ausência de remorso, de ansiedade e a manipulação são algumas das características detectáveis que contribuem para que a sua convivência em sociedade seja um pouco mais complicada.

Hervey M. Cleckley, um psiquiatra americano, em 1941 conseguiu reunir um conjunto de comportamentos e traços de personalidade específicos a essa condição, porém ainda existem muitos mistérios ao redor da psicopatia e poucos são os transtornos de personalidade tão pouco compreendidos pela medicina como esse.

AS 20 CARACTERÍSTICAS QUE DEFINEM UM PSICOPATA

Este teste, desenvolvido pelo professor da Universidade de British Columbia no Canadá, Robert Hare, PhD em Psicologia, consiste em um checklist – Psychopatic Checklist Revised (PCL) – para detectar indícios de psicopatia.

 

Baseado em uma série de atributos comportamentais, cada um deles recebe pontos que vão de zero a dois (0 para “não”, 1 para “talvez/ em algum aspecto” e 2 para “sim”). Lembrando que para um diagnóstico correto, além do teste é preciso que o indivíduo passe por uma entrevista e uma análise de todo seu histórico.

1. Eles têm uma boa oratória e charme. São simpáticos e conquistadores num primeiro momento.

2. Têm uma autoestima exagerada. Se acham melhores que os outros.

3. São mentirosos patológicos. Mentem principalmente para conseguir benefícios ou justificar suas condutas.

4. Têm comportamento manipulador. E, se forem inteligentes o bastante, os outros não perceberão esse comportamento psicopata.

5. Não sentem remorso ou culpa. Nunca ficam em dúvida.

6. Quanto à afetividade, são frios e calculistas. Não sentem as emoções, mas conseguem simular sentimentos se for necessário.

7. Não sentem empatia. São indiferentes. E até podem manifestar crueldade.

8. Têm uma incapacidade patológica para assumir responsabilidade pelos seus atos. Não aceitam os seus erros. Eles raramente procuram ajuda psicológica, porque acham que o problema é sempre dos outros.

9. Necessitam de estímulo constante. Ficam aborrecidos facilmente.

10. Gostam de um estilo de vida parasitário.

11. Agem descontroladamente.

12. Não têm metas a longo prazo. Vivem como nômades, sem direção.

13. Eles se comportam impulsivamente. Com ações recorrentes que não são premeditadas. Junto com a falta de compreensão das consequências de suas ações.

14. São irresponsáveis.

15. Tendem a ser delinquentes na juventude.

16. Demonstram problemas de conduta desde a infância.

17. Tiveram a revogação de sua liberdade condicional.

18. Eles têm versatilidade para a ação criminal. Eles preferem golpes e delitos que requerem a manipulação de outros.

19. Têm tendência a uma vida sexual promíscua, com vários relacionamentos breves e ao mesmo tempo. Gostam de falar sobre suas conquistas e proezas sexuais.

20. Acumulam muitos casamentos de curta duração. Não se comprometem por muito tempo por ter que manter um vínculo.

Para caracterizar a psicopatia, o checklist do resultado deve ser superior a 30 pontos.

 

É importante dizer que um psicopata não é necessariamente alguém sádico e assassino, essa é apenas uma visão distorcida criada pela indústria do cinema e não reflete com clareza a realidade. O transtorno se trata mais de uma personalidade extremamente manipuladora, com pouca ou nenhuma empatia por outros seres vivos.

Esperamos que você tenha se saído bem nesse teste.

Fonte: We Mestyc

Adaptado por Equipe Ideias Nutritivas

Imagem de Capa: Reprodução

OUTRAS LEITURAS



Márcia Lourenço
Por Márcia Lourenço. Sou Nutricionista e pós-graduada em fisiologia, bioquímica e nutrição do esporte. Apaixonada por nutrição e por comida que nutra o corpo e alma, sem terrorismos! O intuito principal da Ideias Nutritivas é trazer novidades e curiosidades sobre nutrição orientando-os nas melhores escolhas, publicando dicas alimentares, receitas, curiosidades e estilo de vida. Além disso, estou aqui para incentivar pensamentos e atitudes positivas, com conteúdos inspiradores e histórias motivadoras que nutram os seus sentidos! ?

COMENTÁRIOS