A inimiga de todas as mulheres desse mundo, a celulite é uma praga causadora daquele aspecto ondulado e irregular na nossa pele, com furinhos, também conhecido como aparência de “casca de laranja”. Não é nada fácil evitar o aparecimento da celulite, e não existe nenhuma fórmula milagrosa para fazê-la desaparecer, porém é importante você saber que o estilo de vida sedentário e os hábitos alimentares têm influências fortíssimas no acúmulo de gordura localizada. O que você come pode ser o grande colaborador para este pesadelo.

Mas afinal, quais são os alimentos que causam e pioram a celulite?

Sal

Não só no sal de cozinha, aquele que usamos para adicionar à alimentos, existem diversos produtos que contém alto teor de sal, ou sódio, como por exemplo: temperos prontos, bacon, embutidos, presuntos, queijos, alimentos processados ou congelados, massas instantâneas, sucos em pó, refrigerantes…

O sódio em excesso resulta em retenção de líquidos e má circulação. favorecendo ao aparecimento e piora da celulite, além de outras implicações na sua saúde. A saída é controlar a quantidade de sal adicionado às preparações em sua casa, evitar alimentos que contenham quantidades exorbitantes de sódio verificando nos rótulos dos alimentos industrializados a quantidade de sódio presente, por porção.

O ideal é consumir até 2g de sódio por dia, o que equivale a uma colher de chá de sal. 

Ter uma ingestão de água adequada é fundamental para o organismo e contribui a diminuição da retenção de líquido. É muito mais saudável escolher o sal marinho, pois é rico em minerais e oligoelementos, essenciais para nosso organismo. Dê preferência ao sal marinho grosso, triturando-o num processador de alimentos, no liquidificador ou num moedor.

Alimentos fritos e gorduras ruins

Os alimentos quando fritos absorvem parte da gordura usada para fritá-los. Apesar de nem toda a gordura ser prejudicial, mesmo as boas, quando aquecidas em altas temperaturas transformam-se em gordura saturada, compostos oxidantes e compostos pró-inflamatórios. Substâncias tóxicas que poderá ser acumulado em gordura localizada, causando ou agravando a celulite.

O ideal é evitar frituras e gorduras saturadas, também presentes em alimentos processados, e preparar os alimentos de forma mais saudável, sejam grelhados, cozidos, refogados ou assados. É preciso cuidado e atenção à ingestão de gorduras, não se deve excluir da sua alimentação porque o consumo é importante para o nosso organismo, assim, temos de fazer boas escolhas, pois muitas delas são benéficas à saúde, como as castanhas, as sementes, azeite virgem e frutas como o abacate, por exemplo.

Bebidas alcoólicas

As bebidas com teor alcoólico são um tipo de produto que em excesso reagem na dilatação dos vasos sanguíneos, pioram a retenção de líquidos e potenciam o acúmulo de gordura no corpo. Isso acontece porque quando o corpo metaboliza o álcool, o converte em açúcar, em que novamente em excesso, é transformado em gordura pelo nosso fígado. Essa gordura geralmente é depositada em regiões específicas do nosso corpo como quadris, coxas, bumbum e barriga. E mais além, tenha cuidado com os aperitivos que acompanham sua bebida, sendo um combo de colaboração para a formação de celulite.

Fast food

Os irresistíveis fast foods é uma conjunção de tudo aquilo que possa ser prejudicial à nossa saúde num alimento. Possuem em excesso: açúcar, sódio, gorduras saturadas, gorduras trans, aditivos como corantes e conservantes.

São alimentos com baixo valor nutriticional e alto valor calórico, além de ter potencial inflamatório.

Os teores elevados de açúcares, sal e compostos artificiais, provocam efeitos que nos fazem comer sempre mais, pois são altamente estimulantes para o paladar, sendo alimentos viciantes. O consumo frequente pode levar ao sobrepeso ou até mesmo à obesidade. Contribuindo diretamente para as “reservas”, ou melhor dizendo, acumulando gorduras e celulite.

Açúcar

O açúcar branco é outro ingrediente que não fornece qualquer nutriente, são as chamadas “calorias vazias”. O açúcar estimula a produção de dopamina, que é o hormônio responsável pela sensação de prazer e do bem estar, fazendo com que o organismo fique viciado em açúcares. O consumo exagerado de açúcar é um fator de alto risco para o desenvolvimento de diabetes do tipo 2.

O açúcar tem ação direta sobre a produção de insulina, que em excesso não será logo utilizado para produção de energia para o organismo e será armazenado no seu corpo na forma de gordura. O açúcar é um alimento muito calórico. Seja refinado, cristal, demerara ou mascavo, é recomendado se limitar ao consumo de qualquer tipo, assim, prevenindo possíveis problemas no metabolismo e principalmente nas mulheres, as temíveis celulites.

Imagem de Capa: Roy Reyna no Pexels

OUTRAS LEITURAS



Márcia Lourenço
Sou Nutricionista e pós-graduada em fisiologia, bioquímica e nutrição do esporte. Apaixonada por nutrição e por comida que nutra o corpo e alma, sem terrorismos! O intuito aqui é orientá-los nas melhores escolhas, publicando dicas alimentares, receitas, curiosidades e estilo de vida. Sintam-se bem comendo bem! 🍏

COMENTÁRIOS