Existem inúmeros tipos de medos, que para a maioria de nós, vem em formas bastante convencionais.

Apesar de todos os perigos reais que nos cercam, algumas pessoas ficam inexplicavelmente aterrorizadas com coisas aparentemente inofensivas – como com um simples pepino.

Muito chocante, não é? Mas quais são as fobias alimentares mais estranhas?

As fobias alimentares podem parecer totalmente ilógicas, mas podem afetar tudo, desde comer e beber determinado alimento até sair de casa.

 

Aqui estão algumas das fobias alimentares mais estranhas do mundo.

1. Araquibutirofobia

Considerando a quantidade de pessoas no mundo que são alérgicas a amendoim, você até pode ser perdoado por querer ficar longe deles. No entanto, essa fobia estranhamente específica não se refere aos grãos em si, mas ao medo da manteiga de amendoim grudar no céu da boca.
Pode parecer um pouco maluco, mas para a pessoa que sofre disso é muito aterrorizante.

2. Acerofobia

Embora a maioria das pessoas não gostem de ser surpreendidas por um sabor mais acentuado de limão, uma recusa total em se aproximar de qualquer coisa azeda pode ser um pouco longe demais. Porém, para um acerofóbico, por sentir um grande medo ao estar diante de alimentos ácidos, é totalmente justificado.

 

3. Lacanofobia

Todas as crianças, em algum momento da infância, detestaram qualquer tipo de verdura. Só de tê-los no prato acabam perder o apetite. Mas, quem tem lacanofobia, nem os tocar é possível, por causa do medo paralisante de todos os vegetais. Será que todos nós não teríamos adorado essa desculpa quando tínhamos cinco anos?

4. Mageirocofobia

É tão bom quando surge uma oportunidade para jantar fora! Para os mageirocofóbicos, entretanto, esse hábito é uma grande necessidade e não um prazer.

Com um medo terrível de cozinhar, essas pessoas estão condenadas a passar a vida inteira lavando a louça enquanto os outros fazem toda a arte e deixam toda a bagunça na cozinha.

5. Fagofobia

Entre todos os processos de se comer, um dos principais é o simples ato de engolir o alimento. Infelizmente, essa ação inevitável torna cada refeição uma tortura para os fagofóbicos.

 

6. Desipnofobia

Como alguém que sofre de ansiedade social, para quem tem desipnofobia, a ideia de conversar durante jantares os enche de uma sensação inigualável de pavor mais do que qualquer outra coisa na terra.

Se sente desconfortável quando há alguma conversa fiada em refeições em família? Talvez você não seja muito tímido como sempre pensou, mas seja deipnófobo. Por mais estranho que pareça, algumas pessoas ficam realmente muito assustadas quando precisam conversar no momento em que estão comendo.

7. Geumofobia

Para quem gosta de comida boa, o pior destino é de repente desenvolver um medo paralisante do paladar ou sabores. Este terror é uma realidade para pessoas com geumofobia, que sofrem com medo ao degustar alimentos saborosos e por isso procuram consumir alimentos que tenham um gosto de comida sem graça.

 

Isso deve tornar a vida muito chata em qualquer ocasião onde se inclui comida – que são praticamente todas.

Imagem de Capa: Andrea Piacquadio no Pexels

OUTRAS LEITURAS



Márcia Lourenço
Por Márcia Lourenço. Sou Nutricionista e pós-graduada em fisiologia, bioquímica e nutrição do esporte. Apaixonada por nutrição e por comida que nutra o corpo e alma, sem terrorismos! O intuito principal da Ideias Nutritivas é trazer novidades e curiosidades sobre nutrição orientando-os nas melhores escolhas, publicando dicas alimentares, receitas, curiosidades e estilo de vida. Além disso, estou aqui para incentivar pensamentos e atitudes positivas, com conteúdos inspiradores e histórias motivadoras que nutram os seus sentidos! ?

COMENTÁRIOS