A infelicidade adora companhia, e pode vir na forma de queixas crônicas. Estar perto de pessoas que reclamam automaticamente pode prejudicar o seu dia se você não tomar medidas para se distanciar.

Estar cercado por familiares, amigos ou colegas de trabalho difíceis de agradar cria mais do que apenas uma atmosfera negativa. De fato, legitimamente causa consequências à sua saúde como também à saúde deles. Pesquisadores revelam como estar perto de alguém que reclama todos os dias pode ser um risco para a sua saúde.

3 TIPOS DE PESSOAS QUE SÓ RECLAMAM

Você já se perguntou por que as pessoas reclamam? Por que algumas pessoas geralmente expressam descontentamento, enquanto outras apenas o fazem ocasionalmente? O que é uma reclamação?

No Psychology Today, uma queixa é definida como uma expressão de insatisfação. O verdadeiro problema surge em como uma pessoa expressa sua insatisfação e com que frequência. A maioria de nós tem um nível específico que deve ser alcançado para reclamar. No entanto, alguns definem essa barreira mais baixa que outros.

Um dos maiores motivos para reclamar é o senso de controle dos indivíduos sobre a situação. Quanto mais impotente uma pessoa se sente, mais ela se queixa. Outros fatores podem ser a tolerância à frustração, idade, desejo de não fazer uma cena ou de “parecer bem” para os outros.

Outro fator pode não ter nada a ver com a situação real. Uma mentalidade negativa tende apenas a ver eventos adversos. O ambiente também pode desempenhar um papel.

Um estudo mostra que indivíduos criados ou cercados por pensadores negativos tendem a se tornar negativos no pensamento e, portanto, reclamam com mais frequência.

NEM TODO RECLAMANTE É O MESMO.

Existem três tipos de pessoas que reclamam:

1 – RECLAMANTES CRÔNICOS

Todos conhecemos um queixoso crônico ou fomos um. Esse reclamante vê apenas problemas e não soluções. Eles tendem a se concentrar em quão “ruim” é uma situação, independentemente de seu impacto ou consequência real em sua vida.

Eles tendem a ser pensadores negativos e criam um padrão de reclamação, que alguns estudos demonstraram que podem levar o cérebro a trabalhar negativamente.

Isso afeta sua saúde mental e física e afeta as pessoas ao seu redor. Embora chamado de reclamante crônico, ele não precisa ser uma condição constante e permanente. Pessoas com essa mentalidade podem mudar, mas terão que escolher, e isso não será fácil.

2 – DESCARREGADOR

Um reclamante quando sai de casa se concentra em demonstrar insatisfação emocional. Sua atenção está neles mesmos e em como se sentem em relação ao que consideram uma situação negativa.

Eles esperam atrair a atenção das pessoas ao seu redor, em vez de encontrar uma solução real para o problema. Quando alguém fornece uma resolução, apenas vê um motivo para não funcionar.

3 – INSTRUMENTADOR DE QUEIXAS

Isso é semelhante a críticas construtivas. Esse reclamante tenta resolver um problema que criou, com insatisfação. Eles apresentam o problema às pessoas com maior probabilidade de serem capazes de resolvê-lo.

EFEITOS DE ESTAR PERTO DE RECLAMANTES

No mesmo artigo, que descreveu como um reclamante está conectando seu cérebro à negatividade através de suas palavras, também descreve como estar cercado por pessoas que reclamam afeta negativamente os outros.

1. A SIMPATIA VIRA NEGATIVIDADE

Acontece que nossa capacidade de compaixão, tentando nos colocar no lugar dos outros, também torna nossas emoções suscetíveis a experimentar a mesma raiva, frustração e insatisfação do reclamante.

Quanto mais você está reclamando com o indivíduo, mais neurônios são acionados para se associarem às emoções. Os neurônios que disparam repetidamente em um padrão ensinam seu cérebro a pensar dessa maneira.

2. QUESTÕES DE SAÚDE INDUZIDAS PELO ESTRESSE

Estar perto de outras pessoas com um ponto de vista cínico sobre situações, pessoas e vida em geral desencadeia estresse no cérebro e no corpo. À medida que sua mente tenta se identificar com a pessoa que está reclamando, você começa a sentir as mesmas emoções de raiva, frustração, amargura e infelicidade.

Essa interação leva ao estresse que libera hormônios para prepará-lo para agir sobre o estresse. O hormônio liberado é o cortisol .
O cortisol trabalha em conjunto com a adrenalina, pois o hipotálamo responde a uma ameaça percebida e diz ao corpo para liberar os hormônios.

A adrenalina cria um aumento no batimento cardíaco e na pressão sanguínea enquanto o seu corpo se prepara para “lutar”. Isso aumenta o fluxo sanguíneo para os músculos e o cérebro para prepará-lo para a ação. O cortisol libera glicose para fornecer energia.

Com o tempo, com um padrão repetido desse estresse, você aumenta suas chances de desenvolver pressão alta, doenças cardíacas, diabetes e obesidade.

3. ENCOLHENDO SEU CÉREBRO

Além dos problemas de saúde criados pelo estresse, você está encolhendo o cérebro quando o expõe a níveis repetidos e constantes de estresse.

Um estudo publicado no Stanford News Service demonstrou os efeitos do estresse e dos hormônios do estresse em babuínos e ratos selvagens. O que eles descobriram foi que substâncias químicas chamadas glicocorticóides são liberadas ao longo do tempo como uma resposta ao estresse crônico, o que causava o encolhimento das células cerebrais nos ratos.

Mais tarde, outro estudo foi realizado através de uma ressonância magnética nos participantes. Esse método permitiu aos cientistas comparar hipocampos de pessoas que tiveram depressão a longo prazo com outras da mesma idade, sexo, altura e educação, mas sem depressão. Foi descoberto que os hipocampos eram 15% menores naqueles com depressão.

O mesmo estudo comparou veteranos do Vietnã com Transtorno de estresse pós-traumático (TEPT) com veteranos de combate sem histórico de TEPT. Eles descobriram que os hipocampos eram 25% menores.
Nesses casos, os pesquisadores não puderam provar nem refutar que os glicocorticóides causaram o encolhimento.

No entanto, eles descobriram que isso acontece em pacientes com doença de Cushing, fazendo os cientistas acreditarem que estavam no caminho certo com seus estudos em pessoas com depressão e TEPT.

A síndrome de Cushing é uma doença cerebral na qual um tumor estimula as glândulas adrenais a liberar glicocorticóides. Em pacientes com síndrome de Cushing, foi descoberto que o hipocampo estava encolhendo.

O hipocampo ajudar o cérebro na memória, aprendizado, navegação espacial e comportamento relacionado a objetivos, entre outras habilidades necessárias.

ÓTIMAS MANEIRAS DE PERMANECER POSITIVO EM RELAÇÃO AOS RECLAMANTES

• ESCOLHA SEUS AMIGOS DIÁRIOS COM SABEDORIA

Não podemos escolher nossa família ou colegas de trabalho, mas podemos escolher nossos amigos. Cerque-se de pessoas que são mais positivas do que negativas.

• SEJA GRATO

Assim como pensamentos negativos geram negatividade, pensamentos positivos geram positividade. Todos os dias, ou no mínimo, algumas vezes por semana, escreva à mão o que você agradece em sua vida. Considere que dois itens de gratidão podem cancelar um ponto negativo.

• NÃO GASTE ENERGIA TENTANDO CONSERTAR UMA PESSOA QUE SÓ RECLAMA

Embora você possa simpatizar com uma pessoa que parece ter uma vida difícil, tentar consertar os problemas deles não mudará o hábito de reclamar. Atualmente, eles só veem negatividade e, portanto, só encontrarão problemas em suas soluções.

• QUANDO VOCÊ TIVER QUE LEVANTAR UMA QUESTÃO DE INSATISFAÇÃO, COLOQUE-A EM SANDUÍCHE

Comece com uma declaração positiva e depois dê sua preocupação ou reclamação. Termine com um desejo de resultado positivo.

• USE EMPATIA

Quando você precisar trabalhar em estreita colaboração com alguém que é um reclamante crônico, lembre-se de que ele está buscando atenção ou validação. No interesse de manter o trabalho em andamento, expresse empatia e depois mova-os para a tarefa em questão.

• MANTENHA-SE CONSCIENTE

Preste atenção ao seu comportamento e pensamento. Certifique-se de que você não está espelhando as pessoas negativas ao seu redor ou transmitindo sua negatividade. Muitas vezes, reclamamos sem pensar. Preste atenção às suas palavras e ações também.

• EVITE FOFOCAS

É bastante comum um grupo de pessoas se reunir e reclamar de uma pessoa ou situação. Isso tende a incentivar mais reclamações e insatisfações.

EXERCITE OU ENCONTRE UM MÉTODO DE LIBERAR O ESTRESSE POSITIVAMENTE

O estresse reprimido pode criar uma perspectiva negativa, o que leva a reclamações. Faça uma caminhada, exercite-se na academia, sente-se no parque ou medite. Faça algo que o afaste do reclamante ou da situação estressante, pois ajuda a equilibrar suas emoções.

• ARQUIVE SUAS RECLAMAÇÕES COM SABEDORIA

Quando sentir necessidade de reclamar, verifique se é algo que pode ser resolvido ou que tem uma solução que você ou alguém com quem está falando possa resolver.

Estar perto da negatividade não apenas não parece certo, mas agora foi revelado que estar perto de queixosos crônicos pode colocar sua saúde em risco. Reclamar pode se tornar um estilo de vida que pode diminuir sua capacidade mental e aumentar sua pressão arterial e produção de açúcar.

Faça o possível para evitar ou minimizar sua exposição a pessoas que só reclamam. No final, você encontrará não apenas um melhor estado de espírito, mas também melhora da sua saúde geral. Portanto, leve a sério seus níveis de estresse e mantenha-se consciente.

Por Power of Positivity

Traduzido e Adaptado por Equipe Ideias Nutritivas

 

OUTRAS LEITURAS



Márcia Lourenço
Sou Nutricionista e pós-graduada em fisiologia, bioquímica e nutrição do esporte. Apaixonada por nutrição e por comida que nutra o corpo e alma, sem terrorismos! O intuito aqui é orientá-los nas melhores escolhas, publicando dicas alimentares, receitas, curiosidades e estilo de vida. Sintam-se bem comendo bem! 🍏

COMENTÁRIOS