A NASA confirma que estamos quebrando recordes de temperatura global, com alguns meses dos últimos anos considerados os mais quentes de toda história registrada. E com isso, consequentemente, temos muitas noites quentes também. E não é só o meio ambiente que sofre com esse calorão, as noites abafadas e suadas podem fazer com que você acorde no dia seguinte com os mesmos sintomas das piores ressacas.

O cientista e pesquisador em biologia térmica e sono da Universidade de Sydney, Austrália, Christopher Gordon, explica que nosso corpo necessita de que haja baixa temperatura do ambiente para garantir uma boa noite de sono, pois a temperatura corporal precisa ser reduzida para que se perca todo o calor que foi se acumulando durante todo o dia.

Segundo as pesquisas, uma temperatura relativamente baixa, de 18 graus Celsius, é a melhor para uma boa noite de sono.

De acordo com a Fundação Nacional do Sono dos EUA, a temperatura do seu corpo vai se alterando naturalmente, e atinge seu nível mais baixo por volta das 5 horas, quando você deve estar bem e verdadeiramente na fase de ‘sono profundo’.

A partir disso, a temperatura do seu corpo aumentará lentamente à medida que a manhã se aproxima. Nesse momento, se o local em que você dorme estiver muito quente e seu corpo não conseguir atingir o “ponto ideal” por volta das 4-5 horas da manhã, você provavelmente acabará por ter prejuízos na qualidade do sono, perdendo aquelas horas vitais de sono profundo.

E é aí que as manhãs “ressacadas” acontecem, trazendo os sintomas típicos de retenção de líquidos, dores de cabeça, falta de concentração, falta de memória, aumento da pressão arterial e sonolência durante o dia. Como também pode afetar seriamente sua saúde e metabolismo.

Sabendo-se que muitas noites de calor ainda estão por vir, e que muitos de nós não temos a sorte de ter e manter um ar condicionado em cada quarto da casa, uma solução simples é ter ventiladores e tomar um banho mais frio antes de ir para a cama.

Isso já pode ajudar o seu corpo a perder parte do calor acumulado ao longo do dia, garantindo noites mais agradáveis e bem dormidas. A última coisa que você precisa é a sensação de uma ressaca sem ter tido a parte da diversão.

Imagem de Capa: Samantha Garrote no Pexels

OUTRAS LEITURAS


Márcia Lourenço
Sou Nutricionista e pós-graduada em fisiologia, bioquímica e nutrição do esporte. Apaixonada por nutrição e por comida que nutra o corpo e alma, sem terrorismos! O intuito aqui é orientá-los nas melhores escolhas, publicando dicas alimentares, receitas, curiosidades e estilo de vida. Sintam-se bem comendo bem! 🍏

COMENTÁRIOS