O zoológico de Los Angeles presenciou uma verdadeira história de amor no mundo animal.

Devido a forte ligação entre eles, a equipe de saúde e cuidados com os animais tomou a difícil decisão de colocar um casal leões africanos de 21 anos para dormir ao mesmo tempo.

Hubert e Kalisa, tiveram de ser sacrificados devido à saúde em declínio e doenças relacionadas à idade que ia diminuindo cada vez mais a qualidade de vida deles.

O dois leões já eram considerados idosos quando foram transferidos para o zoológico de Los Angeles em 2014, a partir do zoológico Woodland Park, onde se conheceram pela primeira vez. Instantaneamente eles se tornaram completamente inseparáveis um do outro.

As almas gêmeas Hubert e Kalisa tinham um impressionante vínculo entre si, o que era admirado pelos visitantes e funcionários. Eles eram extremamente carismáticos e conhecidos por seus abraços e carinhos frequentes. E sempre juntos.

116172549 2688269724758894 3487066449454523174 n scaled - Casal de leões idosos que eram almas gêmeas morre junto para não viverem um sem o outro
Imagem Instagram
116429930 600973830834085 2923755622185506846 n scaled - Casal de leões idosos que eram almas gêmeas morre junto para não viverem um sem o outro
Imagem Instagram
116134619 615501672276103 8393416442203460910 n scaled - Casal de leões idosos que eram almas gêmeas morre junto para não viverem um sem o outro
Imagem Instagram

“Hubert e Kalisa são uma parte icônica da experiência do LA Zoo, e nossa equipe e visitantes foram tocados por sua companhia leal”, disse Denise Verret, CEO e diretora do zoológico.

 

“Esses companheiros afetuosos chegaram ao zoológico de Los Angeles há seis anos e rapidamente se encantaram em nossos corações ao observar sua beleza magnífica e seu vínculo único. Costumava-se dizer que você não vê Kalisa sem Hubert por perto. Então, embora seja realmente emocionante termos de nos despedir desse par icônico, podemos ter conforto em saber que eles saíram juntos. Esses leões continuarão sendo uma parte positiva da nossa história, e eles farão muita falta. ”

116345307 214943333178663 1082217545497259975 n - Casal de leões idosos que eram almas gêmeas morre junto para não viverem um sem o outro
Imagem Instagram
116537807 2745600652342865 3076130269191756607 n scaled - Casal de leões idosos que eram almas gêmeas morre junto para não viverem um sem o outro
Imagem Instagram
116133693 512846916164363 5684249671556621066 n scaled - Casal de leões idosos que eram almas gêmeas morre junto para não viverem um sem o outro
Imagem Instagram

A expectativa de vida de um leão que vive em ambiente selvagem é em torno de 17 anos. Vivendo em um ambiente controlado não há preocupação e estresse com predadores, e além disso, no zoo eles recebem todos os cuidados médicos, água e alimentação de alta qualidade.

 

“Eu tenho que elogiar nossa equipe de cuidados com animais e veterinária pelo grande cuidado que eles deram a este casal, um casal que viveu mais do que a maioria dos leões em cuidados humanos e na natureza”, completou Denise.

 

Ver essa foto no Instagram

 

It is with a heavy heart that we announce the loss of our African lion pair, Hubert and Kalisa. Animal care and health staff made the difficult decision to humanely euthanize the 21-year-old lions today due to their declining health and age-related illnesses that had diminished their quality of life. “Hubert and Kalisa are an iconic part of the L.A. Zoo experience, and our staff and guests have been touched by their loyal companionship,” said CEO & Zoo Director Denise Verret. “These affectionate companions came to the L.A. Zoo six years ago, and they quickly charmed themselves into our hearts as we observed their magnificent beauty and unique bond. It was often said, you don’t see Kalisa without Hubert being close by. So, while it is truly heart-wrenching that we had to say goodbye to this iconic pair, we can take comfort in knowing they left together. These lions will remain a positive part of our history, and they will be greatly missed.” With an average life expectancy of mid-teens and about 17 years in Zoos, Hubert and Kalisa were considered elderly when they arrived at the L.A. Zoo in 2014 from the Woodland Park Zoo, where they had first bonded. They quickly became favorites among L.A. Zoo guests and staff and were known for their frequent cuddles and nuzzles. “I have to commend our animal care and veterinary staff for the great care they’ve given this pair, a couple who lived longer than most lions do in human care and the wild.” Please join us in honoring Hubert and Kalisa and their legacy by sharing some of your favorite memories of them here or by tagging LA Zoo.

Uma publicação compartilhada por Los Angeles Zoo (@lazoo) em

OUTRAS LEITURAS



Márcia Lourenço
Sou Nutricionista e pós-graduada em fisiologia, bioquímica e nutrição do esporte. Apaixonada por nutrição e por comida que nutra o corpo e alma, sem terrorismos! O intuito aqui é orientá-los nas melhores escolhas, publicando dicas alimentares, receitas, curiosidades e estilo de vida. Sintam-se bem comendo bem! 🍏

COMENTÁRIOS