Um campo de futebol que existia há 40 anos foi transformado em uma horta agroecológica mandala de 1000 metros quadrados no Acampamento Marielle Vive do MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra), na cidade de Valinhos, no interior do Estado de São Paulo, no Brasil.

A iniciativa só foi concretizada pela colaboração dos moradores, pela dedicação de uma equipe de técnicos voluntários e a ajuda de um financiamento coletivo. Atualmente, são mais de 30 espécies de hortaliças cultivadas sem nenhum agrotóxico que alimentam as 1,1 mil famílias que moram no Acampamento.

Além da qualidade dos produtos, que são todos orgânicos, a horta está mudando os hábitos alimentares dos moradores e inspirando-os a plantarem nos quintais das casas, ampliando ainda mais a oferta e diversidade de alimentos.

A ideia foi de transformar uma área degradada em um campo produtivo.

2020 07 07 - Campo de futebol vira horta orgânica para alimentar mais de mil famílias
Imagem Reprodução
2020 07 07 6 - Campo de futebol vira horta orgânica para alimentar mais de mil famílias
Imagem Reprodução

Devido a voluntária e profissional equipe formada pelo engenheiro agrônomo Edson Hiroshia, eles fizeram toda a preparação inicial do solo para que tivesse condição para iniciar o todo o trabalho de agricultura.

 

“Foi a horta mais linda que já vi em 40 anos”, derrete-se o engenheiro agrônomo Edson Hiroshi, um dos pioneiros em horta orgânica no Brasil e coordenador da equipe técnica. A parte do plantio foi feita pelos próprios moradores, seguindo as recomendações da equipe de Edson.

2020 07 07 5 - Campo de futebol vira horta orgânica para alimentar mais de mil famílias
Imagem Reprodução
2020 07 07 4 - Campo de futebol vira horta orgânica para alimentar mais de mil famílias
Imagem Reprodução
2020 07 07 7 - Campo de futebol vira horta orgânica para alimentar mais de mil famílias
Imagem Reprodução

A horta foi criada para produzir alimentos para os moradores do acampamento e quando há excedente, os produtos são doados para outros assentamentos do MST ou mesmo para instituições e hospitais da região de Valinhos.

 

“É muito prazeroso conseguir colher da terra o seu sustento”, diz a moradora Suely Alves Moreira, uma das cuidadoras da horta. “As crianças estão trocando o saco de salgadinho por cenouras”.

Uma das atividades pedagógicas do Acampamento é levar as crianças para ajudar e aprender a cuidar da horta. “É um acampamento altamente produtivo”, afirma o morador Luciano Pereira da Silva, que está fazendo uma réplica em menor escala da horta mandala em frente ao seu barraco.

2020 07 07 8 - Campo de futebol vira horta orgânica para alimentar mais de mil famílias
Imagem Reprodução

Antes de fazerem a horta, primeiro foi preciso resolver um outro problema muito mais urgente: o acesso à água. Os moradores conseguiram que um caminhão pipa abasteça a caixa d’água, mas ainda não havia água suficiente para irrigar a horta. Assim, a saída foi recuperar as nascentes que existiam no terreno. Mais um grande feito!

O acampamento conseguiu produzir a horta e a recuperar as nascentes através de um financiamento coletivo que arrecadou cerca de R$ 20 mil para a compra da matéra-prima e equipamentos.

 

Um campo de futebol que estava morto foi recuperado e agora alimenta mais de mil famílias! Os moradores sobreviviam com o mínimo de alimentos e hoje tem uma nutrição muito mais rica, melhorando a saúde e a qualidade de vida dessas pessoas. Veja mais no vídeo a seguir:

OUTRAS LEITURAS



Márcia Lourenço
Sou Nutricionista e pós-graduada em fisiologia, bioquímica e nutrição do esporte. Apaixonada por nutrição e por comida que nutra o corpo e alma, sem terrorismos! O intuito aqui é orientá-los nas melhores escolhas, publicando dicas alimentares, receitas, curiosidades e estilo de vida. Sintam-se bem comendo bem! 🍏

COMENTÁRIOS