Já se passaram mais de duas décadas desde que o mundo perdeu a princesa Diana em um trágico acidente em 31 de agosto de 1997 em um túnel de Paris.

Milhões de pessoas em todo o mundo ficaram chocadas ao saber de sua morte, aos 36 anos, enquanto o socorrista e bombeiro Xavier Gourmelon ficou ainda mais surpreso quando soube quem era a mulher loira na emergência em que foi chamado.

Só depois que ela foi colocada na ambulância que um dos paramédicos lhe disse quem ela realmente era.

Lady Di foi levada para o hospital Pitie-Salpetriere, na capital francesa, mas infelizmente, não resistiu aos ferimentos e morreu várias horas depois. De acordo com o sargento Xavier Gourmelon, que liderou a equipe de resgate, as últimas palavras da princesa foram: “Meu Deus, o que aconteceu?”. “Eu pude ver que ela tinha uma pequena lesão no ombro direito, mas, fora isso, não havia nada significativo”, disse ao IBTimes UK.

A primeira vez que ele falou sobre o incidente foi durante o inquérito sobre sua morte em 2007. “Esta é a primeira vez que falo com a mídia. Como bombeiro, você faz parte do exército francês, então está proibido de falar. Agora que deixei o corpo de bombeiros, senti que estava tudo bem.”, afirma Xavier.

“O carro estava uma bagunça e lidamos com isso como qualquer acidente de trânsito. Fomos direto ao trabalho para ver quem precisava de ajuda e quem estava vivo. A mulher, que mais tarde descobri ser a princesa Diana, estava no chão nos fundos. Ela estava se movendo muito levemente e eu podia ver que ela estava viva. Eu podia ver que ela tinha uma pequena lesão no ombro direito, mas, fora isso, não havia nada significativo. Não havia sangue nela. Eu segurei a mão dela e disse para ela ficar calma e ficar quieta, eu disse que estava lá para ajudar e a tranquilizei. Ela disse: ‘Meu Deus, o que aconteceu?’ Dei a ela um pouco de oxigênio e minha equipe e eu ficamos ao lado dela enquanto ela era retirada do carro. Foi muito rápido porque não tivemos que cortar nenhum dos destroços.”

O mais chocante para o sargento Gourmelon é que ele acreditou que ela iria sobreviver. Ele compartilhou: “Para ser honesto, eu pensei que ela iria viver. Tanto quanto eu sabia quando ela estava na ambulância, ela estava viva e eu esperava que ela vivesse. Mas descobri mais tarde que ela havia morrido no hospital”.

Supostamente, a princesa morreu de ferimentos internos e um vaso sanguíneo rompido próximo ao coração que estava causando hemorragia interna. Xavier disse: “Ainda posso imaginar toda a cena. É algo que nunca esquecerei e que sempre penso neste momento de ano.”

Diana morreu no acidente junto com seu suposto amante Dodi Fayed e o motorista Henri Paul. O guarda-costas Trevor Rees-Jones é a única pessoa que sobreviveu ao acidente.

Imagem de Capa: Reprodução

OUTRAS LEITURAS






Por Márcia Lourenço. Sou Nutricionista e pós-graduada em fisiologia, bioquímica e nutrição do esporte. Apaixonada por nutrição e por comida que nutra o corpo e alma, sem terrorismos! O intuito principal da Ideias Nutritivas é trazer novidades e curiosidades sobre nutrição orientando-os nas melhores escolhas, publicando dicas alimentares, receitas, curiosidades e estilo de vida. Além disso, estou aqui para incentivar pensamentos e atitudes positivas, com conteúdos inspiradores e histórias motivadoras que nutram os seus sentidos! ?